Governo moderniza gestão do Sistema de Assistência à Saúde

O Governo do Estado do Paraná e a Secretaria de Estado da Administração e da Previdência desenvolveram o projeto VIDA Paraná, operacionalizado por um cartão de identificação e de benefícios para o usuário do sistema, com o objetivo de modernizar a gestão do Sistema de Assistência à Saúde (SAS).

“É um processo moderno de gestão, que proporciona ao portador do cartão acesso direto à rede do SAS, além de melhorar os canais de comunicação e de garantir maior agilidade no atendimento e exames”, destacou o governador Beto Richa.

O cartão é pessoal e intransferível, entregue aos servidores públicos civis efetivos, ativos e aposentados, militares da ativa, da reserva remunerada e reformados, aos respectivos dependentes, bem como aos pensionistas na condição de beneficiários do SAS.

Por meio desse cartão, o servidor passa a ser identificado quando precisar de algum procedimento médico, possibilitando que o profissional tenha acesso ao histórico clínico, o que torna mais ágil o atendimento. No entanto, caso o usuário não esteja portando esse documento no momento da consulta, terá os mesmos direitos.

Para o titular, o cartão também possibilita o acesso a outros benefícios e promoções em estabelecimentos credenciados, podendo utilizá-lo como meio de pagamento, em parcela única, com desconto em folha. “Será uma ferramenta importante para a gestão da informação no setor de saúde, capaz de elevar o atendimento do servidor a um novo patamar”, disse a secretária da Administração e da Previdência, Dinorah Botto Portugal Nogara.

O Cartão VIDA Paraná não terá cobrança de taxas e anuidade para os usuários, o seu cartão de benefícios possui uma margem exclusiva de 10%. Para uso nas unidades médicas não há necessidade de qualquer desbloqueio. No entanto, se for utilizar outros benefícios, disponíveis apenas aos titulares e não aos dependentes, é preciso fazê-lo. Para desbloquear o seu cartão entre em contato com a Central de Atendimento nos números 4007-2727 (Capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 000 2727 (Apenas para as localidades não atendidas pelo 4007-2727).